Apenas uma estrela





Tendo Jesus nascido em Belém da Judéia, em dias do Rei Herodes, eis que vieram uns magos do Oriente a Jerusalém. E perguntaram: Onde está o recém-nascido Rei dos Judeus? Porque vimos a sua estrela no Oriente e viemos para adorá-lo”(Mateus 2.1 e 2).


A Bíblia não relata como era esta estrela. Não sabemos se era a maior ou a menor da constelação; se seu brilho era de grande esplendor ou de um simples piscar. Não sabemos se ela chamava a atenção dos homens por sua aparência ou se ela era apenas mais uma estrela da infinitude celestial. A Bíblia não relata estas peculiaridades, mas nos revela pontos importantes sobre esta estrela.


Em primeiro lugar, foi Deus quem a criou “Fez Deus os dois grandes luzeiros: O maior para governar o dia, e o menor para governar a noite; e fez também as estrelas” (Gênesis 1.16).


Esta estrela foi apenas serva nas mãos do Criador. Foi Ele quem a fez e portanto usou-a como instrumento d’Ele mesmo para que aqueles homens pudessem ser conduzidos ao Senhor Jesus, para ali, poderem honrá-lo e glorificá-lo.


Em segundo lugar Deus a chama pelo nome. “Levantai ao alto os olhos e vede. Quem criou estas coisas? Aquele que faz sair seu exército de estrelas, todas bem contadas, as quais ele chama pelo nome; por ser ele grande em força e forte em poder, nem uma só vem a faltar” (Isaías 40.26).


Deus conhece a Sua criação. Ele sabe, mediante a Sua soberania, todas as coisas. A estrela foi chamada por Ele para guiar aqueles homens e certamente, foi chamada pelo nome. Nome escolhido por Deus. Nome que a distingue de tantas outras, espalhadas pelo firmamento.


Por fim, dá a ela o esplendor e a função que bem lhe apraz. “Uma é a Glória do sol, outra é a Glória da lua e outra, a das estrelas; porque até entre estrela e estrela há diferenças de esplendor” (I Coríntios 15.41).


Deus na Sua infinita graça, dá à Sua Criação o que é necessário para que esta reflita, mesmo nas diferenças, o Seu poder e a Sua Glória. A estrela que guiou aqueles homens, foi tão somente um instrumento a obedecer a voz do Criador, levando-os a conhecer “...a Raiz e a Geração de Davi, a brilhante Estrela da Manhã” (Apocalipse 22.16).


Sejamos nós instrumentos do Senhor, obedecendo o Seu chamado e levando os homens a conhecerem o Salvador, que é Cristo o Senhor. FELIZ NATAL!

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags

© 2015 por IPVN Web Development

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus
  • w-youtube