A MISSÃO DA IGREJA

August 7, 2016

 


A posição da Igreja – diz o Rev. Francisco P. Alves – não pode e não deve ser a tentativa de salvar-se do mundo para uma vida monástica. Também não deve ser o simples esforço de salvar-se no mundo, por considerá-lo irremediavelmente perdido; essa é uma atitude pessimista e egoísta. Sua missão é salvar o mundo.”


Vemos claramente, na Bíblia, o propósito de Deus de redimir o mundo criado por Ele e contra Ele rebelado. A hecatombe universal do pecado formou enorme barreira entre o homem e Deus. Daí a palavra inspirada de Paulo: “Ora, tudo provém de Deus  que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, a saber, que Deus estava em Cristo, reconciliando consigo o mundo... e nos confiou a palavra da reconciliação” (2 Co. 5.18-19).


As figuras usadas por Jesus em relação aos seus discípulos, como sal, fermento, luz, servo, testemunho, indicam o caráter da missão que sua Igreja deve desempenhar aqui na terra, no sentido de influência, participação e preservação, através de uma presença consciente, responsável e redentiva. Somos testemunhas de Jesus Cristo, “tanto em Jerusalém... e até nos confins da terra”. Esse fato determina a dimensão de nossa tarefa como discípulos do Senhor.


Há duas declarações contundentes de Jesus Cristo em relação à sua Igreja:
1. Após a ressurreição aparece no Cenáculo e diz: “...assim como o Pai me enviou, eu também vos envio.” (Jo. 20.21);
2. Na oração sacerdotal: “Assim como tu me enviaste ao mundo, eu os enviei ao mundo”. Isto significa que, como corpo de Cristo, a Igreja é enviada para proclamar o Reino de Deus, amar  e servir como Jesus fez.


Vivendo no contexto brasileiro, não devemos ser invadidos pela idéia negativista de que tudo está fatalmente perdido. Realmente, os homens nem sempre nos infundem esperança e estamos aguardando “novos céus e nova terra”, mas a Igreja é a Agência de Deus para implantação do seu Reino. Jesus sabia que seu tempo de ministério terreno era curto; porém, ao inaugurá-lo declarou: “O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar aos pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para por em liberdade os oprimidos, e apregoar o ano aceitável do Senhor” (Lc. 4.18, 19).


A missão integral da Igreja é comunicar a pessoa de Cristo ao homem perdido, para restaurá-lo em todas as suas dimensões e nas contingências em que ele vive.
 

Please reload

Posts Recentes

November 6, 2016

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

© 2015 por IPVN Web Development

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus
  • w-youtube