A celebração da inabalável segurança cristã

September 25, 2016

 

As cartas paulinas estão permeadas de exortações, bem como celebrações. As admoestações andam lado a lado com o sentimento de regozijo no Senhor Deus. Em meio aos muitos transtornos vistos nos dias atuais, sejam eles de ordem social, moral, econômico, político ou espiritual somos conduzidos pelos escritos paulinos, os quais estão sob a supervisão do Espírito Santo, a entendermos que Deus é soberano, e que, portanto, podemos aquietar nosso coração e descansarmos. A vida vivida aqui nunca poderá ser associada a um rio de águas correntes e tranquilas. Esta associação não será vista como sendo fiel, pois a vida vivida aqui é marcada por muitas idas e vindas, altos e baixos, tristezas e alegrias. Não obstante, em meio às oscilações da vida, celebramos a inabalável segurança cristã. 


Em um contexto onde as verdades da graça estavam sendo atacadas, Paulo levanta-se como um arauto do evangelho para fincar as bases de uma boa doutrina, sedimentada na revelação de Deus, em Cristo. De forma especial, em Romanos 8.31-39 o que encontramos é a conclusão de toda uma argumentação, cujo enfoque é o ministério da justificação pela fé, como uma expressão da graça de Deus. De modo que, aqui nos deparamos com uma nota de júbilo e celebração, a qual aponta para a inabalável segurança Cristã. Ante a insegurança que marca os nossos dias, o presente texto soa aos nossos ouvidos com uma nota musical que produz paz e refrigério. Na primeira parte do texto indicado, vv.31-34, podemos aprender quatro lições importantes.

 

CELEBRAMOS A INABALÁVEL SEGURANÇA DE DEUS SER POR NÓS (v.31).  Se o grande Criador de todas as coisas, bem como o sustentador das mesmas, está a nosso favor, quem poderá ser contra nós? Nisto encontramos uma das bases da segurança Cristã: Deus é por nós! 

 

CELEBRAMOS A INABALÁVEL SEGURANÇA DE CRISTO TER MORRIDO POR NÓS (v. 32). Os nossos pecados foram perdoados em Cristo. O que nos separava de Deus foi em Cristo sanado. Nada neste mundo poderá nos roubar esta verdade. Nisto, também, encontramos uma das bases da segurança Cristã. Jesus morreu a nossa morte para que tivéssemos vida, e vida em abundância. 

 

CELEBRAMOS A INABALÁVEL SEGURANÇA DE DEUS NOS JUSTIFICAR (v.33).  A justificação do pecador não fora o resultado de seus méritos pessoais, mas dos de Cristo. Não nos tornamos justos, fomos declarados justos, por Deus, por meio de Cristo. E falar em justificação é falar sobre salvação. Nisto, encontra-se, sim, uma base segura para a vida cristã. Sobre esta base erguermos a nossa celebração a Deus, em Cristo, por tamanha manifestação de amor. 

 

CELEBRAMOS A INABALÁVEL SEGURANÇA DE CRISTO JESUS SER O NOSSO INTERCESSOR JUNTO A DEUS (v.34). As muitas acusações dos nossos pecados são todas elas derrubadas pelo nosso intercessor ou advogado fiel, o qual está à direita de Deus. Jesus é o nosso intermediador. Nele de fato, podemos confiar. Ele não aceita suborno, não se move à custa de barganha, não prioriza os interesses pessoais. Ele é fiel e justo. Nisto, a semelhança do que vimos anteriormente, encontra-se uma base segura para a vida cristã. 

 

A vida cristã é um convite à celebração da vitória de Cristo, sobre o pecado e morte. As tuas muitas lutas e tribulações não são maiores do que o teu Deus. Nele você pode confiar sua vida, família, negócios, sonhos, o seu aqui e agora, e o seu futuro. O convite é para celebrarmos em meio às muitas demandas da vida. 

Please reload

Posts Recentes

November 6, 2016

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

© 2015 por IPVN Web Development

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus
  • w-youtube