Considere o seu fim, a bem das vossas orações

 


“Ora, o fim de todas as coisas está próximo; sede, portanto, criteriosos e sóbrios a bem das vossas orações” 1 Pe 4.7

O Dr. Randy Pausch era professor de Ciência da Computação na Carnegie Mellon University e também desenvolveu projetos de computação e realidade virtual para a Disney. Sua “última palestra”, em Setembro de 2007, foi um dos mais comoventes acontecimentos do mundo acadêmico, pois tendo um câncer no pâncreas ele realmente estava prestes a morrer, o que ocorreu em julho de 2008. A palestra percorreu o mundo através da Internet e comoveu milhões de pessoas em todo o planeta, por causa disso também se tornou um livro muito vendido. 


Penso que esse homem estava “aparentemente” muito resolvido quanto ao seu destino e o enfrentou oferecendo lições preciosas. Mas ainda que devamos admirar sua heroica luta para não deixar a peteca cair, seus conselhos não eram novos. O apóstolo Pedro já dava conselhos da parte de Deus,  que é a mais correta lição para o enfrentamento do fim. O que ocorre, no entanto, é que a sociedade moderna dá muito menos ou quase nenhum valor aos escritos da Bíblia, que são considerados muitas vezes ultrapassados por esta mesma sociedade, mesmo que as tais “lições novas” há muito tempo a Bíblia já tem dito e com muito maior eficácia.


Quando leio esse texto de 1Pe 4.1-8, percebo que ainda que esse fim de todas as coisas inclua a escatologia geral, é necessário que o leitor perceba a intenção de Pedro em oferecer conselhos para seres humanos que, um dia, terão de enfrentar o inevitável: o seu próprio fim.


O versículo 2 destaca “no tempo que vos resta na carne” certamente é uma referência ao final da vida de cada pessoa. Uma referência ao dia da nossa prestação de contas inevitável, ou pela nossa morte ou pelo retorno de Cristo. No fim das contas todo ser humano, crendo ou não, tem um tempo definido para viver na terra. O versículo 5 afirma que não é possível escapar desta realidade e nem tampouco do comparecimento diante de Deus: “os quais hão de prestar contas Àquele que é competente para julgar vivos e mortos”


A Bíblia afirma claramente, que há tempo de nascer e tempo de morrer. Isso é um fato. É fato também que, enquanto vivemos, devemos conduzir a vida na observação da Palavra de Deus. Paulo afirma em Rm. 6.10 que quanto ao viver, devemos viver para Deus. Considere, portanto, que cada dia vivido na terra é um dia a menos em nossa existência nela. Sejamos, portanto, CRITERIOSOS, usemos o bom senso diariamente e saibamos orar bem, de acordo com e para saber a vontade diária de Deus para nossas vidas.

Please reload

Posts Recentes

November 6, 2016

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

© 2015 por IPVN Web Development

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • w-googleplus
  • w-youtube